MESTRADO

Locais das provas: 

ALTAMIRA

Faculdade de Geografia da Universidade Federal do Pará,Campus Universitário de Altamira, Rua Coronel José Porfírio, n. 2515 – Campus II, Altamira,PA – CEP 68.371-040

Sala 03 da Faculdade de Geografia

Dia: 24 de Janeiro de 2019 às 09 Horas

(MESTRADO E DOUTORADO)

 

BELÉM

Instituo de Filosofia e Ciências Humanas - UFPA Campus Guamá

Sala de Atividades do PPGEO

MESTRADO E DOUTORADO

Locais das provas: 

ALTAMIRA

Faculdade de Geografia da Universidade Federal do Pará,Campus Universitário de Altamira, Rua Coronel José Porfírio, n. 2515 – Campus II, Altamira,PA – CEP 68.371-040

Sala 03 da Faculdade de Geografia

Dia: 24 de Janeiro de 2019 às 09 Horas

(MESTRADO E DOUTORADO)

 

BELÉM

Instituo de Filosofia e Ciências Humanas - UFPA Campus Guamá

Sala de Atividades do PPGEO

O projeto Roteiros Geo-turísticos está em festa. Há 8 anos, o projeto era iniciado pela Faculdade de Geografia e Cartografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Pará (UFPA). Em comemoração a esta data, o Centro Cultural da Justiça Eleitoral recebe, a partir desta sexta-feira, 18 de janeiro, uma exposição com fotos das caminhadas realizadas pelo projeto durante os últimos anos de programação.

A exposição foi proposta por representantes do Centro Cultural da Justiça Eleitoral, que propuseram aos responsáveis pelo projeto uma parceria. A exposição busca mostrar o crescimento do Roteiros Geo-turísticos por meio das fotos, desde sua criação, em 2011, até janeiro deste ano, além de mostrar o principal foco do projeto: preservar, valorizar e proteger o patrimônio cultural paraense.

Nos dias 13, 14 e 15 de dezembro de 2018 foi realizado em Rio Grande – RS o I Encontro sobre os Impactos da Mineração no(a)s Pescadore(a)s Artesanais e II Seminário Regional sobre os Impactos dos Projetos de Mineração. Esse evento foi promovido pela secção local do ANDES na Universidade Federal do Rio Grande – FURG em parceria com o Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais - MPP.

 O Geógrafo Cristiano Quaresma de Paula, pós-doutorando do PPGGEO da UFPA e pesquisador do Grupo Acadêmico Produção do Território e Meio Ambiente na Amazônia – GAPTA participou do evento, onde destacou a territorialização das comunidades tradicionais e o processo de constituição de um território de luta, frente ao avanço das atividades da modernização, como a mineração, e seus impactos, disputas e conflitos.

Um dos encaminhamentos do evento foi à construção de uma carta pública para descortinar esse contexto para a sociedade geral e encaminhar às autoridades responsáveis. 

 

O PPGEO parabeniza a aprovação dos projetos de pesquisa dos coordenadores do Programa na Chamada Universal do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), os professores doutores João Marcio Palheta da Silva e Jovenildo Cardoso Rodrigues.

Além disso, parabenizamos os professores do Instituo de Filosofia e Ciências Humanas da UFPA, Wilma de Nazaré Baía Coelho (Programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica - PPEB) e Diogo Menezes Costa (Programa de Pós-Graduação em Antropologia - PPGA) que também tiveram projetos aprovados na mesma Chamada.

 

Confira a lista de aprovação:

http://www.cnpq.br/web/guest/noticiasviews/-/journal_content/56_INSTANCE_a6MO/10157/6701602

 

SOBRE O EVENTO

A proposição do I Encontro Latino-americano de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais é resultado de um processo, de mais de trinta anos, construído por pesquisadores de movimentos que realizam pesquisas em vários países e que têm trabalhado com avanços teóricos, metodológicos e transformações das realidades. É também um espaço para o diálogo da geografia com outras áreas do conhecimento para debater sobre as contribuições teóricas e metodológicas que cada área vem construindo. 

A finalidade do I Encontro Latino-americano de Movimentos Socioespaciais e Socioterritoriais é proporcionar amplo debate à rede internacional de pesquisadores a respeito da contribuição da geografia e de outras áreas do conhecimento sobre os estudos de movimentos de todos os tipos, escalas, lugares e tendências. Permitirá também conhecer o conjunto das políticas públicas que nascem das ações dos movimentos socioespaciais e socioterritoriais para o desenvolvimento territorial. Com estas atividades pretendemos contribuir com a superação do processo de criminalização dos movimentos, inclusive de preconceitos contra populações e gêneros.

 

Para saber mais sobre o evento, acesse o site: socioterritorial20.wixsite.com